fbpx
Contar-Calorias

Compartilhe 🙂

Quando se trata de peso, as calorias são frequentemente mencionadas, mas frequentemente mal compreendidas. De fato, se a contagem de calorias é realmente útil para perda de peso é discutível.

Mas o que são calorias? Quantas calorias fornecem carboidratos, proteínas e gorduras?

Uma caloria é uma unidade de energia que seu corpo usa para realizar centenas de tarefas. Isso inclui movimentos voluntários, como caminhar, correr e pular, além de movimentos involuntários, como respiração, circulação de sangue por todo o sistema e manutenção da temperatura corporal normal.

Seu corpo precisa de um certo número de calorias apenas para manter esses processos involuntários. Isso é chamado de taxa metabólica basal ou TMB. Sua TMB é influenciada por muitos fatores, incluindo idade, sexo, composição corporal e genética. Você precisa de calorias adicionais para atividade física, incluindo caminhadas.

No geral, quanto mais ativo você for, mais calorias precisará.

Quantas calorias fornecem carboidratos, proteínas e gorduras? Cada macronutriente fornece uma quantidade específica de calorias:

  • Carboidratos: 4 calorias por grama
  • Proteína: 4 calorias por grama
  • Gordura: 9 calorias por grama

De um modo geral, se você ingerir mais calorias do que seu corpo precisa por um período mais longo, as calorias extras serão armazenadas como gordura. Da mesma forma, se você ingerir menos calorias do que o necessário por um longo período, seu corpo liberará suas reservas de gordura e você perderá peso.

Desde modo alguns afirmam que calorias são tudo o que importa e tudo o que você precisa fazer para perder peso é reduzir calorias.

Parece simples, mas não é bem assim. Há muito mais na regulação do peso do que apenas monitorar calorias em comparação com calorias em excesso.

A epidemia moderna da obesidade parece ser um fenômeno sem precedentes e coincide com um foco cada vez maior na contagem de calorias. Correlação não é causalidade, portanto, seria errado dizer que contar calorias causa obesidade. No entanto, na melhor das hipóteses, contar calorias parece ser uma ajuda imperfeita ao controle de peso.

Então, o que realmente acontece?

A chave desta regulação entre calorias ingeridas e perda de calóricas parece estar nos hormônios. Os hormônios desempenham um papel importante na influência do apetite, plenitude e armazenamento de gordura.

A insulina por exemplo, regula o nível de glicose no sangue, e a alimentação é o principal estímulo para sua produção, que ocorre no pâncreas. Farináceos em geral e alimentos ricos em carboidratos tendem a elevar a sua fabricação. Em excesso, ela pode aumentar o apetite e trazer problemas ao metabolismo.

Ao passo que pesquisas sugerem que refeições com baixo teor de carboidratos e cetogênicas podem desencadear hormônios que levam a uma redução natural na ingestão de calorias, especialmente naqueles com sobrepeso ou resistentes à insulina.

Por isso não recomendamos contar calorias. Primeiro, é impossível saber exatamente quantas calorias você está recebendo de um alimento específico, muito menos exatamente o que seu corpo fará com essas calorias. Consideramos muito mais importante escolher alimentos que promovam a liberação de hormônios redutores da fome que ajudam a manter você satisfeito e facilitam a obtenção de um peso saudável.

Um copo de refrigerante pode conter a mesma quantidade de calorias de um prato de salada, mas apenas a salada estará contribuindo oara a sua saúde e perda de peso.

Concentre-se em alimentos minimamente processados ​​que contêm proteínas de alta qualidade, gordura saudável e carboidratos fibrosos e ricos em nutrientes, especialmente vegetais. E se você está realmente lutando para perder peso, fique longe de alimentos altamente calóricos e de alta recompensa, fáceis de exagerar, mesmo que sejam pobres em carboidratos. Exemplos clássicos de tais alimentos são queijo e nozes.

Em vez de contar calorias, faça com que todas as suas calorias sejam levadas em conta comendo refeições nutritivas e equilibradas, com pouco carboidrato.

As calorias dos alimentos in natura, por exemplo, são muito bem-vindas! Privilegie a qualidade do que você come, e não a conta de calorias.

Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos
Comentários
    shares