fbpx

Compartilhe 🙂

Existem muitos conselhos sobre como perder peso rapidamente e, muitas vezes, com o menor esforço possível. Porém perder barriga vai além da estética.

Motivos importantes de saúde farão você querer aprender agora os 9 Passos para Perder a Barriga.

Excesso de Peso

O excesso de peso (incluindo as condições de sobrepeso e de obesidade) constitui o sexto fator de risco mais importante para a carga global de doenças (não transmissíveis), incluindo doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial e acidente vascular cerebral, diabetes, câncer de cólon, reto e de mama, cirrose, gota, osteoartrite e apneia do sono.

Estima-se que atualmente um bilhão de adultos esteja com sobrepeso
no mundo e também cerca de 475 milhões sejam obesos. Estimativas para 2020 apontam cerca de cinco milhões de óbitos atribuídos ao excesso de peso. ¹.²

Risco de Doenças Graves

A gordura visceral perigosa – o tipo de gordura profunda que tende a se acumular perto da barriga, circundando os órgãos vitais – aumenta o risco de doenças graves, incluindo doenças cardíacas, diabetes e outras.

Felizmente, as pesquisa também mostram que perder apenas 5% a 10% do seu peso corporal total, incluindo perder barriga – pode fazer uma diferença real em termos de redução do risco de desenvolver essas doenças graves.

Como e por que a gordura da barriga aumenta para a maioria das pessoas ?

Se você é como a maioria da população adulta incluindo adultos e jovens a perda de gordura abdominal é um dos maiores obstáculos ao longo da jornada de perda de peso, também chamada de “gordura teimosa” porque, não importa o que você faça, parece que não muda muito parecendo ser até enlouquecedor!

De fato você pode ter passado por períodos no passado em que observou os números na balança caírem mas ainda assim não viu uma perda de gordura correspondente na região da barriga como esperava. Talvez você seja do tipo que se sente oprimido por todos os conselhos dietéticos disponíveis, mas divergentes, e ainda não começou a perder peso.

Dieta Altamente Processada

Não é segredo que as taxas de obesidade estão aumentando há várias décadas e os estudos científicos continuam a tirar conclusões sobre como a ingestão de uma dieta altamente processada e ligada ao ganho de peso é um dos principais contribuintes para a maioria das doenças crônicas.

Mas por que tantas pessoas ganham mais peso, apesar de seus melhores tentativas de reverter isso? Embora nem todos os especialistas concordem inteiramente sobre o que precisa ser feito para corrigir “a epidemia da obesidade”, a maioria apóia a teoria de que vários fatores-chave são os responsáveis ​​por taxas tão altas de ganho de peso não saudável.

Veja abaixo os fatores responsáveis por taxas tão altas de ganho de peso e como perder barriga.

  1. Comer cada vez mais alimentos processados ​​e embalados, com uma diminuição de alimentos vegetais frescos. As mudanças dietéticas mais substanciais que ocorreram no século passado incluem o consumo excessivo de alimentos hipercalóricos, incluindo óleos vegetais processados, bebidas açucaradas, fast food e todos os tipos de lanches doces.
  2. Níveis de estresse aumentados e menos tempo para hábitos saudáveis, como sono ou exercícios. Comer tem se tornado uma fonte de distração e conforto. O chamado comer emocional.
  3. Para algumas populações, falta de acesso a alimentos saudáveis. Verificou-se que indivíduos de comunidades carentes parecem ter maiores riscos de obesidade do que indivíduos com melhores condições de renda da mesma idade.
  4. Em parte por causa da genética, incluindo os efeitos da “impressão fetal e pós-natal”, ou pela transmissão da probabilidade de obesidade da mãe para o bebê. Pesquisas agora mostram que o ambiente, os hábitos e a dieta de uma mãe durante a gravidez podem ter conseqüências duradouras no peso corporal e no risco de doenças crônicas dos filhos.
  5. Diminuição da atividade física incluindo mais pessoas trabalhando em empregos sedentários e gastando menos tempo realizando atividades físicas apenas para lazer.
  6. Alterações nos níveis de toxicidade no corpo e processos neurobiológicos (como a liberação de certos hormônios) que controlam a ingestão de alimentos.
  7. Ambiente social e relações. Estudos sobre os efeitos do ganho de peso entre amigos, irmãos e cônjuges descobriram que o risco de uma pessoa se tornar obesa aumentou 57% se um amigo próximo se tornou obeso, 40% é um irmão e 37% se um cônjuge ou parceiro.

Conheça aqui a Farinha Seca Barriga 100% Natural

Afinal? Como diminuir a cintura?

Descubra abaixo os 9 passos para perder Barriga:

1. Comer mais alimentos que queimam gordura

Naturalmente, o primeiro passo para descobrir como perder barriga e reduzir a gordura abdominal começa com a comida. Comer alimentos naturais, em vez de alimentos processados encontrados em pacotes ou caixas, é uma das melhores (e mais fáceis) coisas que você pode fazer por você e sua família.

Alimentos de verdade são os que os humanos comem por toda a história: vegetais, frutas, sementes, carnes e peixes limpos, legumes e outros cultivados em solos ricos e saudáveis, sem adição de produtos químicos.

Alimentos ultraprocessados são os que você deve evitar a todo custo. Estes são a maioria dos alimentos que você encontra no supermercado local: itens embalados, em caixas, congelados, carregados com aditivos e conservantes não saudáveis ​​que você não deseja colocar em seu corpo. Concentre-se em comer alimentos reais, especialmente vegetais, quando estiver aprendendo a como perder a barriga.

Porém isso ajudará não apenas a se livrar da gordura visceral indesejada, mas também fornecerá ao corpo os nutrientes vitais necessários para funcionar corretamente. Acredite, você sentirá e verá a diferença ao mudar de alimentos industrializados para alimentos saudáveis ​​e reais.

Comer alimentos de verdade também resultará em uma dieta rica em fibras, benéfica para controlar o apetite, a digestão, a saúde do coração e lhe ajudará a perder barriga. Em particular, adicione fibras solúveis encontradas em aveia, cevada, ervilha, cenoura, feijão, maçã, frutas cítricas e psyllium. A fibra solúvel se liga às partículas de colesterol e as remove do sistema digestivo, diminuindo o risco de doenças cardíacas e ajudando a perder gordura.

2. Fique longe de açúcar, calorias líquidas e grãos

O açúcar é muito ruim para você. Evite a adição de açúcar, mesmo fontes ocultas de açúcar, como laticínios adoçados, sucos de caixinha ou biscoitos integrais industrializados. Observe os rótulos. Não beba calorias! Beba mais água pura, chá de ervas ou frutas com rodelas de limão. Reduza a ingestão de grãos (especialmente tipos refinados), porém nem todos os grãos são ruins mas eles não ajudam a perder peso . Em vez disso, concentre-se em vegetais e frutas com baixo teor de açúcar e ricos em fibras isso lhe ajudará a perder barriga.

3. Comer conscientemente

A alimentação consciente significa muitas coisas e é uma parte surpreendentemente essencial de como perder gordura da barriga.

Anote aí! Comer com calma, para que você tenha menos probabilidade de ingerir mais alimentos. Estar ciente da quantidade de comida necessária para fazer você se sentir satisfeito. Comer sem distrações evitando multitarefas. Encarar emoções de frente e descobrindo maneiras melhores de lidar com estressores em sua vida. Comer de maneira saudável, em primeiro lugar, para apoiar sua saúde a longo prazo, em vez de apenas perder peso rapidamente.

4. Exercícios

Uma das maneiras mais eficazes e eficientes de perder gordura da barriga indesejada, é o treinamento intervalado ou exercícios HIIT. O estilo de treinamento intervalado de alta intensidade demonstrou ser uma excelente maneira de queimar gordura em um curto período de tempo. O treinamento intervalado de alta intensidade combina intervalos de exercícios curtos e de alta intensidade, com fases lentas de recuperação. Repetidas ao longo de uma sessão curta de 15 a 20 minutos.

Um monte de exercícios aeróbicos podem desgastar articulações, aumentar hormônios do estresse (incluindo cortisol) e contribuir para fadiga ou aumento de apetite. Uma opção é alternar os tipos e intensidades de seus exercícios. Alguns em um ritmo mais difícil, com duração menor e outros para obter benefícios cardiovasculares ou de força. Mas mesmo que esse tipo de treino não seja do seu agrado, é fundamental encontrar um que você goste e que queira fazer regularmente. Seja treino com pesos ou ioga também pode ser tudo o que você precisa para fazer com que seu forno de queima de gordura funcione.

5. Reduzindo o estresse

O estresse crônico experimentado por um longo período de tempo aumenta o risco de doenças cardíacas, diabetes, transtornos mentais e doenças autoimunes, entre outros. E também está ligado ao ganho de gordura e aos maus hábitos alimentares.

O estresse se manifesta no corpo de várias maneiras. Causam o aumento dos níveis de “hormônios do estresse”, como cortisol, aumento dos níveis de açúcar no sangue, alteram o petite, provocam má digestão. O que altera o ambiente intestinal e afeta a maneira como suas glândulas e hormônios da tireóide funcionam.

Tudo isso afeta seu metabolismo e sua capacidade de controlar os níveis de gordura corporal. Se você está enfrentando grandes quantidades de estresse (trabalho, relacionamentos, finanças, etc.), você pode se beneficiar ao dedicar mais tempo ao manejo desse estresse. Faça exercícios regulares, meditação , passe o tempo ao ar livre e descobra novos hobbies.


6. Dormir o suficiente

A falta de sono é geralmente um dos fatores mais negligenciados que contribuem para a gordura da barriga. E os especialistas chamam de dormir bem uma “parte importante de uma abordagem de prevenção da obesidade”.

Deseja encontrar um segredo fácil sobre como perder gordura da barriga? Dormir o suficiente ajuda a regular seus hormônios do estresse, controla melhor o apetite, fornece mais energia para o exercício físico. E assim pode ajudar a reduzir o desejo por doces e diminuir o comer emocional.

7. Tentando uma dieta baixa em carboidratos

O jogo da perda de gordura nem sempre é tão direto quanto “calorias entrando versus calorias gastas”. Alterar o tipo de calorias que você come também pode acelerar a perda de peso e a redução da gordura da barriga. Uma dieta cetogênica é uma dieta rigorosa e com pouco carboidrato, rica em alimentos que fornecem gorduras e proteínas. Reduzir carboidratos ajuda o corpo a queimar gordura corporal armazenada para obter energia, geralmente muito rapidamente.

Alertamos que essa abordagem não é adequada para todos. Consulte sempre um especialista.

8. Adicione Boosters ao Metabolismo

Pimenta caiena: as pimentas aumentam a freqüência cardíaca, fazem você suar e aumentam sua taxa metabólica. Eles também são um dos melhores alimentos para reduzir a inflamação em seu corpo. A capsaicina, encontrada na pimenta caiena, pode aumentar as calorias queimadas após o consumo. Tente adicionar pimenta caiena a receitas para obter um efeito extra de queima de gordura ou tente uma bebida desintoxicante com pimenta caiena.

Chá verde Matcha: Ótima opção para aumentar seu metabolismo e ajudar na perda de peso. Estudos mostram que beber o chá por 12 semanas reduz a gordura corporal.

9. Realize regularmente exercícios abdominais (incluindo os tipos adequados para iniciantes)

Até mesmo a maioria dos personal trainers e atletas concorda que a qualidade de sua dieta é o fator número 1 a ser abordado para perder gordura da barriga.

Depois de melhorar seus hábitos alimentares, exercícios abdominais e exercícios básicos são como a cereja no topo do bolo.

Fazer cerca de 2 a 4 exercícios abdominais por semana pode fortalecer e definir sua barriga. Aliados a melhoria na dieta sono e estresse.

Abdômen forte também ajuda no equilíbrio e na estabilidade, melhora sua postura e pode ajudar a eliminar dores nas costas que podem ocorrer devido ao peso extra.

Farinha Seca Barriga – 100% Natural – 100% Segura

 Referências:
1. Organização Mundial de Saúde. Global status report on noncommunicable diseases 2010. Geneva: WHO; 2011. Organização Mundial de Saúde. Diet, Nutrition and the Prevention of Chronic Diseases. Report FAO/ 2. WHO Expert Consultation. WHO Technical Report Series, No. 916 (TRS 916). Geneva: WHO; 2003. 3. Organização Mundial de Saúde. WHO global strategy on diet, physical activity and health. Food Nutr Bull 2004; 25(3): 292-302.

Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos
Comentários
    shares