Doce Dieta http://docedieta.com.br [Coma bem, sinta-se incrível] Fri, 10 Jul 2020 00:42:27 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.5.3 Dieta Anti-Inflamatória http://docedieta.com.br/dieta-anti-inflamatoria/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=dieta-anti-inflamatoria http://docedieta.com.br/dieta-anti-inflamatoria/#respond Wed, 01 Jul 2020 20:44:25 +0000 https://docedieta.com.br/?p=1925 Dieta Anti-Inflamatória. Um caminho para sua saúde. Uma ma dieta pró-inflamatória está relacionada com elevados índices de obesidade global e abdominal isso nos ajuda a compreender que dieta e processos inflamatório estão relacionados com ganho de peso e/ou dificuldade de perder peso.

O post Dieta Anti-Inflamatória apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Um caminho para sua saúde.

Estudos tem demonstrado que uma alimentação potencialmente pró-inflamatória está relacionada a um risco significativo maior de desenvolver excesso de peso ou obesidade.

E se uma dieta pró-inflamatória está relacionada com elevados índices de obesidade global e abdominal isso nos ajuda a compreender que dieta e processos inflamatório estão relacionados com ganho de peso e/ou dificuldade de perder peso.

Além do papel no ganho de peso, um fator inflamatório vindo da dieta também aparece estar relacionado ao desenvolvimento de câncer de próstata em homens, e também a resistência à insulina, que aumenta ainda mais essa inflamação.

A ação inflamatória dos alimentos se manifesta por meio de alguns sintomas e desconfortos como distensão abdominal, azia, gases, edema e inchaço, além de enxaqueca e crises de rinite e sinusite. Também pode estar associado a dores reumáticas , candidíase de repetição e cansaço, assim como retenção de líquidos.

Se você tem alguns desses sintomas, pode ser interessante observar seus seus hábitos alimentares.

Embora medicamentos e outros tratamentos sejam importantes, muitos especialistas dizem que adotar uma dieta anti-inflamatória também pode ajudar. Se você tem, por exemplo, artrite reumatóide, alterar o que está no seu prato não será uma cura mágica – mas pode diminuir o número de crises que você tem, ou pode ajudar a diminuir sua dor em alguns pontos.

Uma dieta anti-inflamatória é amplamente considerada saudável, portanto, mesmo que não ajude com sua condição, pode ajudar a diminuir suas chances de ter outros problemas.

O que comer ?

Em poucas palavras, alimentos anti-inflamatórios são aqueles que qualquer especialista em nutrição convencional incentivaria você a comer. Eles incluem muitas frutas e legumes, grãos integrais, proteínas vegetais (como feijão e nozes), peixe gordo e ervas e especiarias frescas.

Frutas e vegetais: escolha variedade e muita cor. A pesquisa mostrou que verduras ricas em vitamina K, como espinafre e couve, reduzem a inflamação, assim como brócolis e couve. E a substância existente em frutas como cerejas, framboesas e amoras-pretas é um tipo de pigmento que também ajuda a combater a inflamação.

Grãos integrais: aveia, arroz integral, pão integral e outros grãos não refinados tendem a ser ricos em fibras, e as fibras também podem ajudar na inflamação.

Feijão: eles são ricos em fibras, além de serem carregados com antioxidantes e outras substâncias anti-inflamatórias.

Nozes: Elas têm um tipo saudável de gordura que ajuda a parar a inflamação. (Azeite e abacate também são boas fontes.) Atenha apenas um punhado de nozes por dia; caso contrário, a gordura e as calorias serão adicionadas.

Peixe: Coloque no seu prato pelo menos duas vezes por semana. Salmão, atum e sardinha têm abundância de ácidos graxos ômega-3, que combatem a inflamação.

Ervas e especiarias: Eles adicionam antioxidantes (junto com o sabor) à sua comida. Açafrão, encontrado no caril em pó, tem uma substância forte chamada curcumina. E o alho reduz a capacidade do corpo de fazer coisas que aumentam a inflamação.

O que não comer ?

Qualquer coisa altamente processada, excessivamente oleosa ou super doce não é uma boa opção para você, se você tiver inflamação.

Doces, bolos e biscoitos e refrigerantes: eles não são ricos em nutrientes e são fáceis de comer em excesso, o que pode levar ao ganho de peso, açúcar elevado no sangue e colesterol alto (todos relacionados à inflamação).

O açúcar faz com que o corpo libere mensageiros inflamatórios chamados citocinas. Refrigerantes e outras bebidas doces são os principais culpados. Especialistas em dieta anti-inflamatória costumam dizer que você deve cortar todos os açúcares adicionados, inclusive mel.

Carne vermelha com alto teor de gordura e processada (como cachorros-quentes): possuem muita gordura saturada, o que pode causar inflamação se você receber mais do que uma pequena quantidade por dia.

Manteiga, leite integral e queijo: Novamente, o problema é a gordura saturada. Em vez disso, coma laticínios com pouca gordura. Eles não são considerados inflamatórios.

Batatas fritas, frango frito e outros alimentos fritos: cozinhá-los em óleo vegetal não os torna saudáveis.

Milho, açafrão e outros óleos vegetais têm ácidos graxos ômega-6. Você precisa de alguns ômega-6, mas se consumir demais, como a maioria das pessoas, perde o equilíbrio entre ômega-6 e ômega-3 em seu corpo e acaba com – você adivinhou – mais inflamação.

Creme de café, de chocolate, avelã, margarina e qualquer outra coisa com gorduras trans: as gorduras trans (procure no rótulo “óleos parcialmente hidrogenados”) aumentam o colesterol LDL, o que causa inflamação. Não há quantidade segura para comer, então fique longe.

Trigo, centeio e cevada: o foco aqui é o glúten, e esse talvez seja controverso. Pessoas que têm doença celíaca precisam evitar o glúten. Mas para todos os outros, a ciência é sólida em que grãos integrais são benéficos.

O post Dieta Anti-Inflamatória apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/dieta-anti-inflamatoria/feed/ 0
Frango com Páprica e Aipo http://docedieta.com.br/frango-low-carb/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=frango-low-carb http://docedieta.com.br/frango-low-carb/#respond Mon, 29 Jun 2020 01:02:11 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1796 Aprenda a fazer esse frango com páprica e aipo. Um prato colorido, suculento e com baixo teor de carboidratos (Low Carb)

O post Frango com Páprica e Aipo apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Aprenda a fazer esse frango com páprica e aipo. Um prato colorido, suculento e com baixo teor de carboidratos (Low Carb)

Frango com páprica e aipo

Recipe by Doce DietaCuisine: Low CarbDifficulty: Médio
Serve

4

pessoas
Preparação

15

minutes
Cozimento

40

minutes
Calorias

1007

kcal

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de páprica em pó

  • 900g de coxas de frango

  • 900g de raiz de aipo (descascados e cortados em pedaços)

  • sal e pimenta

  • 60ml de azeita de oliva

  • Maionese de Páprica e Alho
  • 225 ml de maionese

  • 1 colher de chá de alho em pó

  • 1 colher de chá de páprica em pó

  • Sal e pimenta a gosto

Instruções

  • Pré-aqueça o forno a 200 ° C
  • Coloque o frango e o aipo em uma assadeira.
  • Tempere com sal, pimenta e páprica em pó.
  • Asse no forno até que o frango esteja bem cozido, cerca de 40 minutos.
  • Abaixe o fogo no final se o frango ou o aipo estiverem ficando dourados demais.
  • Regue com azeite e misture bem.
  • Misture a maionese com o tempero e sirva junto com o frango assado e a rutabaga.

Notas

  • Páprica é um tempero incrivelmente versátil. E há tantas variedades para testar! Tente misturar metade de páprica doce e metade de páprica defumada . Ou, para dar um bom calor no prato, adicione páprica picante.

O post Frango com Páprica e Aipo apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/frango-low-carb/feed/ 0
Jejum Intermitente http://docedieta.com.br/jejum-intermitente/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=jejum-intermitente http://docedieta.com.br/jejum-intermitente/#respond Wed, 24 Jun 2020 00:11:27 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1695 Uma pesquisa da Universidade Federal de Lavras (UFLA) confirmou que um tipo de jejum intermitente é eficaz para a perda de gordura: o 16/8. Nesse tipo de dieta, o indivíduo mantém jejum por um período de 16 horas, e uma alimentação regrada nas demais 8 horas do dia.

O post Jejum Intermitente apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Escrito por Greicielle Santos | Publicado: Quarta, 20 Março 2019 08:49 | Última Atualização: Quarta, 20 Março 2019

Uma pesquisa da Universidade Federal de Lavras (UFLA) confirmou que um tipo de jejum intermitente é eficaz para a perda de gordura: o 16/8. Nesse tipo de dieta, o indivíduo mantém jejum por um período de 16 horas, e uma alimentação regrada nas demais 8 horas do dia. Mas, tudo com um acompanhamento nutricional.

A pesquisa, realizada pelo professor Wilson César de Abreu, do Departamento de Nutrição (DNU/UFLA), e pela pesquisadora Daiani Evangelista Ribeiro, contou com voluntários que apresentavam obesidade e sobrepeso, sendo divididos em dois grupos de pesquisa.

Um grupo realizou uma dieta tradicional, ou seja, uma alimentação diária equilibrada, com uma restrição energética contínua. Nesse grupo os voluntários ingeriram uma dieta hipocalórica, com déficit energético de 20%, distribuída em quatro ou cinco refeições ao longo do dia, respeitando o hábito da pessoa. Já o outro grupo realizou o jejum intermitente 16/8, com uma dieta hipocalórica com déficit energético de 20% distribuído em quatro refeições programadas entre 12h e 20h.

Acompanhamento profissional

Embora haja controvérsia na literatura científica, o jejum intermitente é considerado, por muitos pesquisadores, uma alternativa viável ao método tradicional de emagrecimento. Porém, nenhuma estratégia deve ser realizada por conta própria. O acompanhamento profissional é essencial para realizar a redução de peso de maneira adequada.

A proposta do estudo foi de usar um protocolo de jejum intermitente menos restritivo, o que pode ter contribuído para a boa adesão dos voluntários. Cabe ressaltar, que a estratégia tradicional foi também muito eficiente, ou seja, o estudo mostra que mais importante que o tipo de estratégia é a adesão do paciente ao tratamento.

Eles explicam que em alguns protocolos de jejum intermitente, há uma alta restrição de energia nos dias de jejum, o que pode fazer com que o paciente tenha um comportamento de ingestão compensatória nos dias sem jejum. Isso pode prejudicar os resultados e trazer prejuízos à saúde.

Os pesquisadores também ressaltam que durante o período de privação de alimento a ingestão de bebidas não calóricas é sempre indicada, como a água, um chá e até mesmo um cafezinho sem açúcar.

“Emagrecimento não é um processo de curto prazo, e sim de médio e longo prazo, pois ele envolve mudança de hábito alimentar. Nosso objetivo é ajudar o indivíduo a ter autonomia para manter uma dieta saudável, equilibrada e controlar o peso por conta própria.” explica o professor Wilson.

Um alerta da OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos. A obesidade em médio e longo prazo vai favorecer a ocorrência de outras doenças, apresentando risco aumentado de doenças do aparelho circulatório, cardiovasculares, diabetes tipo 2, hipertensão arterial, alguns tipos de câncer entre outras.

Edição do vídeo: Maik Ferreira  – estagiário  Dcom/UFLA Reportagem: Greicielle dos Santos – bolsista Dcom/Fapemig

www.https://ufla.br/

O post Jejum Intermitente apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/jejum-intermitente/feed/ 0
9 Passos Para Perder a Barriga http://docedieta.com.br/9-passos-para-perder-barriga/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=9-passos-para-perder-barriga http://docedieta.com.br/9-passos-para-perder-barriga/#respond Tue, 23 Jun 2020 18:11:46 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1623 Existem muitos conselhos sobre como perder peso rapidamente e, muitas vezes, com o menor esforço possível envolvido. E embora seu principal motivo para querer aprender a perder gordura da barriga possa ser devido à vaidade, também existem muitos motivos de saúde convincentes para que você também diminua sua cintura.

O post 9 Passos Para Perder a Barriga apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Existem muitos conselhos sobre como perder peso rapidamente e, muitas vezes, com o menor esforço possível. Porém perder barriga vai além da estética.

Motivos importantes de saúde farão você querer aprender agora os 9 Passos para Perder a Barriga.

Excesso de Peso

O excesso de peso (incluindo as condições de sobrepeso e de obesidade) constitui o sexto fator de risco mais importante para a carga global de doenças (não transmissíveis), incluindo doenças cardiovasculares, como a hipertensão arterial e acidente vascular cerebral, diabetes, câncer de cólon, reto e de mama, cirrose, gota, osteoartrite e apneia do sono.

Estima-se que atualmente um bilhão de adultos esteja com sobrepeso
no mundo e também cerca de 475 milhões sejam obesos. Estimativas para 2020 apontam cerca de cinco milhões de óbitos atribuídos ao excesso de peso. ¹.²

Risco de Doenças Graves

A gordura visceral perigosa – o tipo de gordura profunda que tende a se acumular perto da barriga, circundando os órgãos vitais – aumenta o risco de doenças graves, incluindo doenças cardíacas, diabetes e outras.

Felizmente, as pesquisa também mostram que perder apenas 5% a 10% do seu peso corporal total, incluindo perder barriga – pode fazer uma diferença real em termos de redução do risco de desenvolver essas doenças graves.

Como e por que a gordura da barriga aumenta para a maioria das pessoas ?

Se você é como a maioria da população adulta incluindo adultos e jovens a perda de gordura abdominal é um dos maiores obstáculos ao longo da jornada de perda de peso, também chamada de “gordura teimosa” porque, não importa o que você faça, parece que não muda muito parecendo ser até enlouquecedor!

De fato você pode ter passado por períodos no passado em que observou os números na balança caírem mas ainda assim não viu uma perda de gordura correspondente na região da barriga como esperava. Talvez você seja do tipo que se sente oprimido por todos os conselhos dietéticos disponíveis, mas divergentes, e ainda não começou a perder peso.

Dieta Altamente Processada

Não é segredo que as taxas de obesidade estão aumentando há várias décadas e os estudos científicos continuam a tirar conclusões sobre como a ingestão de uma dieta altamente processada e ligada ao ganho de peso é um dos principais contribuintes para a maioria das doenças crônicas.

Mas por que tantas pessoas ganham mais peso, apesar de seus melhores tentativas de reverter isso? Embora nem todos os especialistas concordem inteiramente sobre o que precisa ser feito para corrigir “a epidemia da obesidade”, a maioria apóia a teoria de que vários fatores-chave são os responsáveis ​​por taxas tão altas de ganho de peso não saudável.

Veja abaixo os fatores responsáveis por taxas tão altas de ganho de peso e como perder barriga.

  1. Comer cada vez mais alimentos processados ​​e embalados, com uma diminuição de alimentos vegetais frescos. As mudanças dietéticas mais substanciais que ocorreram no século passado incluem o consumo excessivo de alimentos hipercalóricos, incluindo óleos vegetais processados, bebidas açucaradas, fast food e todos os tipos de lanches doces.
  2. Níveis de estresse aumentados e menos tempo para hábitos saudáveis, como sono ou exercícios. Comer tem se tornado uma fonte de distração e conforto. O chamado comer emocional.
  3. Para algumas populações, falta de acesso a alimentos saudáveis. Verificou-se que indivíduos de comunidades carentes parecem ter maiores riscos de obesidade do que indivíduos com melhores condições de renda da mesma idade.
  4. Em parte por causa da genética, incluindo os efeitos da “impressão fetal e pós-natal”, ou pela transmissão da probabilidade de obesidade da mãe para o bebê. Pesquisas agora mostram que o ambiente, os hábitos e a dieta de uma mãe durante a gravidez podem ter conseqüências duradouras no peso corporal e no risco de doenças crônicas dos filhos.
  5. Diminuição da atividade física incluindo mais pessoas trabalhando em empregos sedentários e gastando menos tempo realizando atividades físicas apenas para lazer.
  6. Alterações nos níveis de toxicidade no corpo e processos neurobiológicos (como a liberação de certos hormônios) que controlam a ingestão de alimentos.
  7. Ambiente social e relações. Estudos sobre os efeitos do ganho de peso entre amigos, irmãos e cônjuges descobriram que o risco de uma pessoa se tornar obesa aumentou 57% se um amigo próximo se tornou obeso, 40% é um irmão e 37% se um cônjuge ou parceiro.

Conheça aqui a Farinha Seca Barriga 100% Natural

Afinal? Como diminuir a cintura?

Descubra abaixo os 9 passos para perder Barriga:

1. Comer mais alimentos que queimam gordura

Naturalmente, o primeiro passo para descobrir como perder barriga e reduzir a gordura abdominal começa com a comida. Comer alimentos naturais, em vez de alimentos processados encontrados em pacotes ou caixas, é uma das melhores (e mais fáceis) coisas que você pode fazer por você e sua família.

Alimentos de verdade são os que os humanos comem por toda a história: vegetais, frutas, sementes, carnes e peixes limpos, legumes e outros cultivados em solos ricos e saudáveis, sem adição de produtos químicos.

Alimentos ultraprocessados são os que você deve evitar a todo custo. Estes são a maioria dos alimentos que você encontra no supermercado local: itens embalados, em caixas, congelados, carregados com aditivos e conservantes não saudáveis ​​que você não deseja colocar em seu corpo. Concentre-se em comer alimentos reais, especialmente vegetais, quando estiver aprendendo a como perder a barriga.

Porém isso ajudará não apenas a se livrar da gordura visceral indesejada, mas também fornecerá ao corpo os nutrientes vitais necessários para funcionar corretamente. Acredite, você sentirá e verá a diferença ao mudar de alimentos industrializados para alimentos saudáveis ​​e reais.

Comer alimentos de verdade também resultará em uma dieta rica em fibras, benéfica para controlar o apetite, a digestão, a saúde do coração e lhe ajudará a perder barriga. Em particular, adicione fibras solúveis encontradas em aveia, cevada, ervilha, cenoura, feijão, maçã, frutas cítricas e psyllium. A fibra solúvel se liga às partículas de colesterol e as remove do sistema digestivo, diminuindo o risco de doenças cardíacas e ajudando a perder gordura.

2. Fique longe de açúcar, calorias líquidas e grãos

O açúcar é muito ruim para você. Evite a adição de açúcar, mesmo fontes ocultas de açúcar, como laticínios adoçados, sucos de caixinha ou biscoitos integrais industrializados. Observe os rótulos. Não beba calorias! Beba mais água pura, chá de ervas ou frutas com rodelas de limão. Reduza a ingestão de grãos (especialmente tipos refinados), porém nem todos os grãos são ruins mas eles não ajudam a perder peso . Em vez disso, concentre-se em vegetais e frutas com baixo teor de açúcar e ricos em fibras isso lhe ajudará a perder barriga.

3. Comer conscientemente

A alimentação consciente significa muitas coisas e é uma parte surpreendentemente essencial de como perder gordura da barriga.

Anote aí! Comer com calma, para que você tenha menos probabilidade de ingerir mais alimentos. Estar ciente da quantidade de comida necessária para fazer você se sentir satisfeito. Comer sem distrações evitando multitarefas. Encarar emoções de frente e descobrindo maneiras melhores de lidar com estressores em sua vida. Comer de maneira saudável, em primeiro lugar, para apoiar sua saúde a longo prazo, em vez de apenas perder peso rapidamente.

4. Exercícios

Uma das maneiras mais eficazes e eficientes de perder gordura da barriga indesejada, é o treinamento intervalado ou exercícios HIIT. O estilo de treinamento intervalado de alta intensidade demonstrou ser uma excelente maneira de queimar gordura em um curto período de tempo. O treinamento intervalado de alta intensidade combina intervalos de exercícios curtos e de alta intensidade, com fases lentas de recuperação. Repetidas ao longo de uma sessão curta de 15 a 20 minutos.

Um monte de exercícios aeróbicos podem desgastar articulações, aumentar hormônios do estresse (incluindo cortisol) e contribuir para fadiga ou aumento de apetite. Uma opção é alternar os tipos e intensidades de seus exercícios. Alguns em um ritmo mais difícil, com duração menor e outros para obter benefícios cardiovasculares ou de força. Mas mesmo que esse tipo de treino não seja do seu agrado, é fundamental encontrar um que você goste e que queira fazer regularmente. Seja treino com pesos ou ioga também pode ser tudo o que você precisa para fazer com que seu forno de queima de gordura funcione.

5. Reduzindo o estresse

O estresse crônico experimentado por um longo período de tempo aumenta o risco de doenças cardíacas, diabetes, transtornos mentais e doenças autoimunes, entre outros. E também está ligado ao ganho de gordura e aos maus hábitos alimentares.

O estresse se manifesta no corpo de várias maneiras. Causam o aumento dos níveis de “hormônios do estresse”, como cortisol, aumento dos níveis de açúcar no sangue, alteram o petite, provocam má digestão. O que altera o ambiente intestinal e afeta a maneira como suas glândulas e hormônios da tireóide funcionam.

Tudo isso afeta seu metabolismo e sua capacidade de controlar os níveis de gordura corporal. Se você está enfrentando grandes quantidades de estresse (trabalho, relacionamentos, finanças, etc.), você pode se beneficiar ao dedicar mais tempo ao manejo desse estresse. Faça exercícios regulares, meditação , passe o tempo ao ar livre e descobra novos hobbies.


6. Dormir o suficiente

A falta de sono é geralmente um dos fatores mais negligenciados que contribuem para a gordura da barriga. E os especialistas chamam de dormir bem uma “parte importante de uma abordagem de prevenção da obesidade”.

Deseja encontrar um segredo fácil sobre como perder gordura da barriga? Dormir o suficiente ajuda a regular seus hormônios do estresse, controla melhor o apetite, fornece mais energia para o exercício físico. E assim pode ajudar a reduzir o desejo por doces e diminuir o comer emocional.

7. Tentando uma dieta baixa em carboidratos

O jogo da perda de gordura nem sempre é tão direto quanto “calorias entrando versus calorias gastas”. Alterar o tipo de calorias que você come também pode acelerar a perda de peso e a redução da gordura da barriga. Uma dieta cetogênica é uma dieta rigorosa e com pouco carboidrato, rica em alimentos que fornecem gorduras e proteínas. Reduzir carboidratos ajuda o corpo a queimar gordura corporal armazenada para obter energia, geralmente muito rapidamente.

Alertamos que essa abordagem não é adequada para todos. Consulte sempre um especialista.

8. Adicione Boosters ao Metabolismo

Pimenta caiena: as pimentas aumentam a freqüência cardíaca, fazem você suar e aumentam sua taxa metabólica. Eles também são um dos melhores alimentos para reduzir a inflamação em seu corpo. A capsaicina, encontrada na pimenta caiena, pode aumentar as calorias queimadas após o consumo. Tente adicionar pimenta caiena a receitas para obter um efeito extra de queima de gordura ou tente uma bebida desintoxicante com pimenta caiena.

Chá verde Matcha: Ótima opção para aumentar seu metabolismo e ajudar na perda de peso. Estudos mostram que beber o chá por 12 semanas reduz a gordura corporal.

9. Realize regularmente exercícios abdominais (incluindo os tipos adequados para iniciantes)

Até mesmo a maioria dos personal trainers e atletas concorda que a qualidade de sua dieta é o fator número 1 a ser abordado para perder gordura da barriga.

Depois de melhorar seus hábitos alimentares, exercícios abdominais e exercícios básicos são como a cereja no topo do bolo.

Fazer cerca de 2 a 4 exercícios abdominais por semana pode fortalecer e definir sua barriga. Aliados a melhoria na dieta sono e estresse.

Abdômen forte também ajuda no equilíbrio e na estabilidade, melhora sua postura e pode ajudar a eliminar dores nas costas que podem ocorrer devido ao peso extra.

Farinha Seca Barriga – 100% Natural – 100% Segura

 Referências:
1. Organização Mundial de Saúde. Global status report on noncommunicable diseases 2010. Geneva: WHO; 2011. Organização Mundial de Saúde. Diet, Nutrition and the Prevention of Chronic Diseases. Report FAO/ 2. WHO Expert Consultation. WHO Technical Report Series, No. 916 (TRS 916). Geneva: WHO; 2003. 3. Organização Mundial de Saúde. WHO global strategy on diet, physical activity and health. Food Nutr Bull 2004; 25(3): 292-302.

O post 9 Passos Para Perder a Barriga apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/9-passos-para-perder-barriga/feed/ 0
Exercícios Físicos – Preciso mesmo fazer? http://docedieta.com.br/exercicios-fisicos-dieta-21-dias/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=exercicios-fisicos-dieta-21-dias http://docedieta.com.br/exercicios-fisicos-dieta-21-dias/#respond Tue, 23 Jun 2020 11:34:21 +0000 https://docedieta.com.br/?p=1512 Você Sabia que o Paradigma Ultrapassado que diz que Você deve fazer Exercícios Físicos para perder peso pode ser bem perigoso para a sua Saúde?  Agora Você pode fazer Apenas 20 minutos de Exercícios Físicos Inteligentes por Semana, e obter Melhores Resultados do que ter que correr 45 minutos por dia.  E talvez Você pense que isso seja Loucura […]

O post Exercícios Físicos – Preciso mesmo fazer? apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Você Sabia que o Paradigma Ultrapassado que diz que Você deve fazer Exercícios Físicos para perder peso pode ser bem perigoso para a sua Saúde?
 

Agora Você pode fazer Apenas 20 minutos de Exercícios Físicos Inteligentes por Semana, e obter Melhores Resultados do que ter que correr 45 minutos por dia.
 

E talvez Você pense que isso seja Loucura e volto a dizer…
 

Não se trata de Mágica é Ciência Aplicada, Pura Aritmética…
 

“O exercício por si só não tem sido altamente eficaz no tratamento da obesidade, porque o aumento da utilização de energia a partir do exercício geralmente é compensada pelado pelo aumento da ingestão calórica.”
 

Em outras palavras, as pessoas que se exercitam muito, compensam esse gasto calórico com o consumo de calorias que prejudicam a queima de gordura.
 

Darei maiores detalhes a seguir…
 

Agora, muitas pessoas pensam que quanto mais elas se exercitam mais elas perdem peso, correto?
 

Na prática isso tem se mostrado Errado.
 

A maioria das pessoas que corre muito compensa o gasto energético com calorias de péssima qualidade.
 

Com isso, essas pessoas prejudicam seus níveis hormonais e seus respectivos corpos se tornam “craques” em estocar gordura.

Devo Correr ou Não ?

Provavelmente Você conhece alguém que corre bastante ou faz muitos exercícios e nunca emagrece…
 

Isso pode até parecer Injusto não é verdade?
 

Tanto trabalho para tão pouco Resultado.
 

Eu Explico como Você pode se Exercitar 20 minutos por Semana e Queimar Gordura e Perder Barriga.

Gordura Rapidamente no Método Completo da Dieta de 21 dias e Você pode garantir seu Acesso aqui.
 

Eu já conheci pessoas que corriam cerca de 30 minutos por dia, 5 dias por semana e ainda sim não conseguiram emagrecer, pelo contrário, elas continuaram engordando.
 
Porque será que isso acontece?…
 
Vamos supor que Você está correndo 30 minutos todos os dias e perdendo 170 calorias com essa corrida.
 

Além da corrida, Você está fazendo um regime, passando fome e limitando a quantidade de calorias que ingere todos os dias.
 

Agora vamos supor que Você acabou de jantar e resolveu tomar um copo de leite e…

boooom…
 

Lá se foram 180 calorias para dentro do seu organismo o que literalmente aniquilou a sua corrida de meia hora.
 
Além disso, descobriu que mais da metade das pessoas que correm por conta própria acabam se contundindo com o tempo.
 

Essa taxa de lesões alta é devida em grande parte ao fato de que a cada 1.5km de corrida, os nossos pés tocam no chão cerca de 900 vezes.
 
Segundo o estudo, isso é como deixar cair 37 carros de tamanho médio sobre o seu corpo a cada 1.5km de corrida…

…isso gera uma grande sobrecarrega em suas articulações, ligamentos e todas as outras partes do seu corpo.
 

Se Você gosta de Correr Ótimo, isso é Bom para o sistema cardiovascular e eu corro de vez em quando também.

No entanto Você precisa saber que para perder peso rapidamente, já existe uma maneira muito mais inteligente para praticar exercícios e queimar gordura.
 

Quando Você aprender a se exercitar de acordo com o que Eu te mostrarei no Guia de Exercícios Físicos da Dieta de 21 dias, Você vai passar a obter Resultados Espetaculares treinando apenas 20 minutos por semana.

ACESSO AO GUIA E BRINDES EXCLUSIVOS 
 

Veja nosso aplicativo oficial abaixo:

Os Exercícios foram baseados em experimentos científicos para Você Conseguir Resultados Reais em Tempo Recorde.
 

Assim que Você adquirir a Dieta de 21 dias, uma das primeiras e mais maravilhosas coisas que você vai descobrir é que Você não precisa se matar fazendo exercícios físicos todos os dias.
 

Além disso, os Exercícios que Você vai Aprender também ajudam a Combater o Envelhecimento!
 

Cientistas do Institute for Age Research (Anti-Envelhecimento) descobriram que após praticar 6 meses de Exercícios Inteligentes, os mesmos que Você vai Aprender, os Cromossomos dos participantes do estudo mostraram sinais de um crescimento muito mais jovial.
 

Outro Médico que analisou essas descobertas comentou:
 

“Nada mais na história da humanidade mostrou uma inversão funcional na idade dos humanos em um nível molecular.”
 
Essas são ótimas notícias.

Entretanto a Melhor Notícia de todas é que o Plano de Exercícios que Eu vou te mostrar é Extremamente Simples e Você pode fazer na Comodidade de sua casa, sem nenhum aparelho extra de ginástica e sem gastar 1 centavo com academia!
 

O Segredo é Ativar determinadas Fibras Musculares que realmente ajudam a “liberar” os seus hormônios que influenciam diretamente a queima de gordura.
 
Através desses Exercícios o Seu Corpo se concentra em Liberar os Hormônios Corretos e pouco importa a quantidade de calorias que Você está queimando.
 
O importante é o exercício ajudar a equilibrar seus hormônios “queimadores de gordura”.

 
Agora Finalmente Você pode ter Acesso aos Exercícios Inteligentes explicados passo a passo através da Dieta de 21 dias.
 
Você consegue fazer a sua inscrição clicando abaixo

FAZER INSCRIÇÃO
 

No botão abaixo, você pode participar do nosso grupo no Telegram  para lhe ajuda ainda mais e também ficar por dentro de todas as dicas. 

PARTICIPAR DO GRUPO NO TELEGRAM

O post Exercícios Físicos – Preciso mesmo fazer? apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/exercicios-fisicos-dieta-21-dias/feed/ 0
Você deve contar calorias? http://docedieta.com.br/voce-deve-contar-calorias/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=voce-deve-contar-calorias http://docedieta.com.br/voce-deve-contar-calorias/#respond Sun, 21 Jun 2020 00:22:32 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1417 A epidemia moderna da obesidade parece ser um fenômeno sem precedentes e coincide com um foco cada vez maior na contagem de calorias. Correlação não é causalidade, portanto, seria errado dizer que contar calorias causa obesidade. No entanto, na melhor das hipóteses, contar calorias parece ser uma ajuda imperfeita ao controle de peso.

O post Você deve contar calorias? apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Quando se trata de peso, as calorias são frequentemente mencionadas, mas frequentemente mal compreendidas. De fato, se a contagem de calorias é realmente útil para perda de peso é discutível.

Mas o que são calorias? Quantas calorias fornecem carboidratos, proteínas e gorduras?

Uma caloria é uma unidade de energia que seu corpo usa para realizar centenas de tarefas. Isso inclui movimentos voluntários, como caminhar, correr e pular, além de movimentos involuntários, como respiração, circulação de sangue por todo o sistema e manutenção da temperatura corporal normal.

Seu corpo precisa de um certo número de calorias apenas para manter esses processos involuntários. Isso é chamado de taxa metabólica basal ou TMB. Sua TMB é influenciada por muitos fatores, incluindo idade, sexo, composição corporal e genética. Você precisa de calorias adicionais para atividade física, incluindo caminhadas.

No geral, quanto mais ativo você for, mais calorias precisará.

Quantas calorias fornecem carboidratos, proteínas e gorduras? Cada macronutriente fornece uma quantidade específica de calorias:

  • Carboidratos: 4 calorias por grama
  • Proteína: 4 calorias por grama
  • Gordura: 9 calorias por grama

De um modo geral, se você ingerir mais calorias do que seu corpo precisa por um período mais longo, as calorias extras serão armazenadas como gordura. Da mesma forma, se você ingerir menos calorias do que o necessário por um longo período, seu corpo liberará suas reservas de gordura e você perderá peso.

Desde modo alguns afirmam que calorias são tudo o que importa e tudo o que você precisa fazer para perder peso é reduzir calorias.

Parece simples, mas não é bem assim. Há muito mais na regulação do peso do que apenas monitorar calorias em comparação com calorias em excesso.

A epidemia moderna da obesidade parece ser um fenômeno sem precedentes e coincide com um foco cada vez maior na contagem de calorias. Correlação não é causalidade, portanto, seria errado dizer que contar calorias causa obesidade. No entanto, na melhor das hipóteses, contar calorias parece ser uma ajuda imperfeita ao controle de peso.

Então, o que realmente acontece?

A chave desta regulação entre calorias ingeridas e perda de calóricas parece estar nos hormônios. Os hormônios desempenham um papel importante na influência do apetite, plenitude e armazenamento de gordura.

A insulina por exemplo, regula o nível de glicose no sangue, e a alimentação é o principal estímulo para sua produção, que ocorre no pâncreas. Farináceos em geral e alimentos ricos em carboidratos tendem a elevar a sua fabricação. Em excesso, ela pode aumentar o apetite e trazer problemas ao metabolismo.

Ao passo que pesquisas sugerem que refeições com baixo teor de carboidratos e cetogênicas podem desencadear hormônios que levam a uma redução natural na ingestão de calorias, especialmente naqueles com sobrepeso ou resistentes à insulina.

Por isso não recomendamos contar calorias. Primeiro, é impossível saber exatamente quantas calorias você está recebendo de um alimento específico, muito menos exatamente o que seu corpo fará com essas calorias. Consideramos muito mais importante escolher alimentos que promovam a liberação de hormônios redutores da fome que ajudam a manter você satisfeito e facilitam a obtenção de um peso saudável.

Um copo de refrigerante pode conter a mesma quantidade de calorias de um prato de salada, mas apenas a salada estará contribuindo oara a sua saúde e perda de peso.

Concentre-se em alimentos minimamente processados ​​que contêm proteínas de alta qualidade, gordura saudável e carboidratos fibrosos e ricos em nutrientes, especialmente vegetais. E se você está realmente lutando para perder peso, fique longe de alimentos altamente calóricos e de alta recompensa, fáceis de exagerar, mesmo que sejam pobres em carboidratos. Exemplos clássicos de tais alimentos são queijo e nozes.

Em vez de contar calorias, faça com que todas as suas calorias sejam levadas em conta comendo refeições nutritivas e equilibradas, com pouco carboidrato.

As calorias dos alimentos in natura, por exemplo, são muito bem-vindas! Privilegie a qualidade do que você come, e não a conta de calorias.

O post Você deve contar calorias? apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/voce-deve-contar-calorias/feed/ 0
Kefir – 7 benefícios para imunidade e curar o intestino http://docedieta.com.br/7-beneficios-do-kefir/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=7-beneficios-do-kefir http://docedieta.com.br/7-beneficios-do-kefir/#respond Sun, 21 Jun 2020 00:00:24 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1408 Conheça os 7 benefícios do Kefir para Sua Sáude

O post Kefir – 7 benefícios para imunidade e curar o intestino apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Classificado como um alimento saudável do século XXI, o Kefir é um alimento probiótico que contém muitos compostos bioativos, incluindo até 30 cepas de boas bactérias que ajudam a combater tumores, micróbios nocivos, agentes cancerígenos e muito mais. Essa bebida é repleta de nutrientes e probiótico está ligada a vários benefícios. E também pode ser a chave para melhorar muitos problemas de saúde relacionados à saúde digestiva e à função imunológica. Devo beber ? Aqui está o que você precisa saber sobre os 7 benefícios para imunidade, e como esse ingrediente superstar pode ajudar e por que você deve considerar adicioná-lo à sua próxima lista de compras.

O que é Kefir ?

É uma bebida de leite fermentada feita com “grãos” iniciais, que na verdade são uma combinação de bactérias e leveduras que interagem com o leite para fazer uma bebida levemente fermentada que até pessoas intolerantes à lactose podem beber. Pode ser fabricado com qualquer tipo de leite, como cabra, ovelha, vaca, soja, arroz ou coco. Pode até ser feito com água de coco. Cientificamente falando, os grãos de Kefir de leite contêm uma mistura simbiótica microbiana complexa de bactérias do ácido láctico e leveduras em uma matriz polissacarídica-protéica.

O alimento é usado há milhares de anos em muitas culturas diferentes ao redor do mundo. Derivado da palavra turca keyif, ou “sentir-se bem”, este alimento vem das montanhas do Cáucaso da Europa Oriental. Pensa-se que os criadores de ovelhas fermentaram acidentalmente leite em seus frascos de couro. A potência e os efeitos poderosos da mistura logo se espalharam pelas tribos e mais tarde foram detectados pelos médicos russos, que ouviram falar de seus lendários benefícios de cura e a usaram para ajudar a tratar doenças como a tuberculose no século XIX.

História

Altamente consumido nos países da Europa Oriental, era tradicionalmente fabricado em bolsas de pele e pendurado acima das portas para bater consistentemente na bolsa para misturar a mistura de leite de grãos. A produção em massa não começou até meados da década de 1900 na Rússia e produziu 1,2 milhão de toneladas do produto fermentado até o final do século XX.

Hoje, o Kefir se tornou um fenômeno mundial. Somente as vendas nos EUA pela Lifeway, que responde por 97% de todas as vendas nos EUA e registraram um crescimento de US $ 58 milhões em 2009 para mais de U$$ 130 milhões em 2014.

Embora esta bebida probiótica popular esteja amplamente disponível existem muitas opções para comprá-lo, e que pode ser feito diretamente da sua própria cozinha.

Existem muitas receitas sobre como fazer grãos de Kefir e maneiras interessantes de consumir em sopas, ensopados, smoothies, assados ​​e muito mais.

Informação Nutricional

Será que realmente bom para você? Além de estar associado a vários benefícios de saúde poderosos, também contém altos níveis de vitamina B12, cálcio, magnésio, vitamina K2, biotina, folato, enzimas e probióticos. Como não possui um conteúdo nutricional padronizado, os valores podem variar com base nas vacas, culturas e região onde é produzido. No entanto mesmo com a faixa de valores o Kefir tem nutrição superior.

Por exemplo, uma xícara de Kefir de leite integral comprado na loja contém os seguintes nutrientes:

160 calorias
12 gramas de carboidratos
10 gramas de proteína
8 gramas de gordura
390 miligramas de cálcio (30% DV)
5 microgramas de vitamina D (25% DV)
90 microgramas de vitamina A (10% DV)
376 miligramas de potássio (8% DV)

O Kefir contém muitos probióticos, e é daí que vêm muitos dos seus benefícios. É um dos melhores alimentos probióticos que você pode comer com várias cepas probióticas importantes, sendo que o caseiro supera de longe qualquer variedade comprada em lojas.

Bactérias e leveduras benéficas podem incluir o seguinte:

Kluyveromyces marxianus / Candida kefyr
Lactococcus lactis subsp. lactis
Lactococcus lactis subsp. cremoris
Streptococcus thermophilus
Lactobacillus delbrueckii subsp. bulgaricus
Lactobacillus casei
Kazachstania unispora
Lactobacillus acidophilus
Bifidobacterium lactis
Leuconostoc mesenteroides
Saccaromyces unisporus.

Em um estudo de 2015 publicado na Frontiers in Microbiology, foi reconhecido como uma fonte potencial de probióticos e moléculas com várias propriedades saudáveis. Segundo os autores, “suas propriedades biológicas sugerem seu uso como antioxidante, agente antitumoral, agente antimicrobiano e imunomodulador, entre outras funções”.

Seu Kefir não Cresce ou Está Azedo?

Benefícios para a saúde

  1. Aumenta a imunidade
    O Kefir contém muitos compostos e nutrientes, como biotina e folato, que ajudam a acelerar o sistema imunológico e a proteger as células. Ele contém grandes quantidades de probióticos que são as forças especiais do mundo microbiano. Uma cepa probiótica em particular, específica é chamada Lactobacillus Kefiri, e que ajuda a se defender contra bactérias nocivas, como salmonela e E. Coli. Essa cepa bacteriana, juntamente com vários outros, ajuda a modular o sistema imunológico e inibe o crescimento de bactérias nocivas.

O Kefir também contém outro composto poderoso encontrado apenas nesta bebida probiótica, um polissacarídeo insolúvel chamado Kefiran, que demonstrou conter propriedades antimicrobianas, que podem combater a candida. Kefiran também demonstrou a capacidade de diminuir o colesterol e a pressão sanguínea.

  1. Cria força óssea
    A osteoporose é uma grande preocupação para muitas pessoas hoje. A deterioração da doença óssea floresce em sistemas que não recebem cálcio suficiente, essencial para a saúde óssea. Felizmente, é produzido a partir de laticínios integrais tem altos níveis de cálcio no leite.

Ele contém compostos bioativos que ajudam a absorver o cálcio no corpo e a parar a degeneração óssea. Também contém vitamina K2 que demonstrou ser vital para melhorar a absorção de cálcio a saúde e a densidade óssea. Os probióticos melhoram a absorção de nutrientes e o próprio leite contém todos os nutrientes mais importantes para melhorar a força óssea, incluindo fósforo, cálcio, magnésio, vitamina D e vitamina K2.

  1. Combate potencialmente ao câncer
    O câncer é uma epidemia séria que afeta nosso país e o mundo hoje. O Kefir pode desempenhar um grande papel em ajudar seu corpo a combater esta doença desagradável. Pode ser uma arma seriamente eficaz contra a propagação dessas células multiplicadoras e perigosas. Foi demonstrado que os compostos encontrados na bebida probiótica matam as células cancerígenas no estômago em alguns estudos in vitro.

Os benefícios na luta contra o câncer são devidos ao seu grande papel anticancerígeno no organismo. Pode retardar o crescimento de tumores precoces e suas conversões enzimáticas de não-cancerígenas para cancerígenas. Um teste in vitro realizado pela Escola de Dietética e Nutrição Humana do Campus Macdonald da Universidade McGill, no Canadá, mostrou que o Kefir reduziu as células de câncer de mama em 56%, em oposição às cepas de iogurte, que reduziram o número de células em 14%.

  1. Suporta digestão e combate IBS
    Quando se trata de bactérias no intestino, é um equilíbrio complicado. Pesquisas sugerem que consumir alimentos probióticos como leite e iogurte de Kefir pode ajudar a restaurar esse equilíbrio e combater doenças gastrointestinais, como síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e úlceras.

Beber Kefir, que é carregado com probióticos, também ajuda o intestino depois de tomar antibióticos. Os compostos probióticos ajudam a restaurar a flora perdida que luta contra patógenos. Os probióticos também podem ajudar contra diarréia perturbadora e outros efeitos colaterais gastrointestinais causados ​​por esses tipos de medicamentos.

  1. Melhora alergias
    Várias formas de alergias e asma estão todas ligadas a problemas inflamatórios no corpo. O Kefir pode ajudar a tratar a inflamação na fonte para ajudar a reduzir o risco de problemas respiratórios como alergias e asma. De acordo com um estudo em animais da Immunobiology, o Tibico reduziu as células inflamatórias que perturbam os pulmões e as passagens aéreas e diminuiu o acúmulo de muco nos ratos.

Os microrganismos vivos presentes ajudam o sistema imunológico a suprimir naturalmente as reações alérgicas e a alterar a resposta do corpo aos pontos sistêmicos de surtos de alergias. Alguns cientistas acreditam que essas reações alérgicas são o resultado da falta de boas bactérias no intestino. Pesquisadores do Centro Médico da Universidade Vanderbilt revisaram 23 estudos diferentes com quase 2.000 pessoas e, em 17 desses estudos, os sujeitos em teste que tomavam probióticos mostraram sintomas alérgicos melhorados e qualidade de vida.

  1. Melhora a saúde da pele
    Quando seu intestino está desequilibrado, ele pode enviar sinais para sua pele que interrompem seu equilíbrio natural e causam todo tipo de problemas como acne, psoríase, erupções cutâneas e eczema. O Kefir ajuda a trazer boas bactérias de volta à vanguarda e apoia a saúde do seu maior órgão, a pele. Além de ajudar com problemas de pele com base sistêmica, também beneficia problemas de pele, como queimaduras e erupções cutâneas.

O carboidrato encontrado no Kefir conhecido como Kefiran também demonstrou melhorar a qualidade da cicatrização de feridas na pele e também pode proteger o tecido conjuntivo.

  1. Melhora os sintomas de intolerância à lactose
    As boas bactérias encontradas em muitos produtos lácteos são essenciais para um intestino e corpo saudáveis e algumas pessoas não conseguem tolerar laticínios porque são incapazes de digerir a lactose o principal açúcar encontrado no leite. O ingrediente ativo do Kefir ajuda a quebrar a lactose e facilita a digestão. O Kefir possui uma gama maior de cepas e nutrientes bacterianos, alguns específicos apenas ao Kefir, que ajudam a remover quase toda a lactose no leite.

Pesquisa publicada no Jornal da Academia de Nutrição e Dietética até mostrou que melhora a digestão e a tolerância à lactose em adultos com má absorção de lactose”. Embora a maioria das pessoas se deem muito bem com o Kefir de leite de cabra uma pequena porcentagem das pessoas ainda pode ter problemas com laticínios e pode precisar optar pelo Kefir de coco ou água.

Tipos de Kefir

Mesmo que você não tolere laticínios há tipos que ainda são ricos em probióticos e têm muitos benefícios saudáveis e são completamente livres de lactose e laticínios. Existem essencialmente dois tipos principais de Kefir, e eles diferem de várias maneiras.

Os dois tipos são Kefir de leite (feito de leite de vaca, ovelha ou de cabra, e também de leite de coco) e Kefir de água (feito de água açucarada ou água de coco, os quais não contêm nenhum leite).

Embora o líquido base usado em diferentes tipos varie, o processo de produção ainda é o mesmo, e acredita-se que a infinidade de benefícios à saúde do Kefir esteja presente nos dois tipos. Todo o Kefir é feito com “grãos” de Kefir, que são um iniciador de levedura / fermentação bacteriana. Todos os tipos de Kefirs são semelhantes ao Kombucha (outra bebida saudável e rica em probióticos), na medida em que devem ter açúcar presente naturalmente ou adicionado a fim de permitir que as bactérias saudáveis ​​cresçam e que o processo de fermentação ocorra.

No entanto, o resultado final é que o Kombucha e o Kefir são muito baixos em açúcar, porque a levedura viva ativa “come” essencialmente a grande maioria do açúcar adicionado durante o processo de fermentação.

Aqui estão mais informações sobre como os diferentes tipos de Kefirs são feitos e como seus gostos e usos diferem:

Kefir de Leite

Kefir de leite é o tipo de bebida mais conhecida e amplamente disponível, geralmente vendida na maioria dos grandes supermercados e em quase todas as lojas de alimentos saudáveis. É geralmente feito de leite de cabra, de vaca ou de ovelha, mas algumas lojas também carregam Kefir de leite de coco (sem lactose).

Tradicionalmente, o Kefir de leite é produzido usando uma cultura inicial, que é o que permite que os probióticos se formem. Normalmente, todas as receitas usam um kit inicial de levedura ativa “viva”, responsável por cultivar as bactérias benéficas.

Depois de fermentado, o Kefir de leite tem um sabor azedo que é um pouco semelhante ao sabor do iogurte grego. A força do sabor depende de quanto tempo o Kefir foi fermentado; um processo de fermentação mais longo geralmente leva a um sabor mais forte e mais adocicado e até produz alguma carbonatação, que resulta do fermento ativo.

O Kefir de leite não é naturalmente doce por si só, outros sabores podem ser adicionados a ele para aumentar o sabor e torná-lo mais atraente. Algumas pessoas preferem ter leite de Kefir puro. Muitos gostam de tê-lo com sabor a baunilha ou outros sabores, da mesma forma que você encontrará em iogurte.

A maioria dos Kefirs comprados em lojas tem sabor de adições como frutas ou açúcar de cana, mas você pode adoçar e dar sabor ao seu Kefir em casa adicionando mel cru, xarope de bordo, extrato de baunilha ou extrato orgânico de estévia. Tente também adicionar frutas em purê ao seu Kefir comum (como banana ou mirtilo) para aumentar ainda mais o conteúdo de nutrientes.

Além de apenas beber Kefir de leite, há outras maneiras inteligentes de usá-lo em receitas. O Kefir de leite pode ser uma excelente base para sopas e ensopados que, de outra forma, exigiriam leitelho regular, creme de leite, creme de leite ou iogurte, mas você pode substituir o Kefir puro ou aromatizado por qualquer um dos ingredientes em suas receitas favoritas para assados, purê de batatas, sopas e muito mais, a fim de aumentar o conteúdo de nutrientes e obter todos os maravilhosos benefícios do Kefir. Você pode até usá-lo para fazer queijo Kefir, um tipo de queijo duro e quebradiço que pode ser polvilhado sobre seus pratos favoritos.

Kefir de Coco

O Kefir de coco pode ser feito com leite de coco ou água de coco. O leite de coco vem diretamente dos cocos e é feito misturando a “carne” de coco (a parte branca e espessa do interior de um coco) com água e, em seguida, esticando a polpa para que restar apenas um líquido leitoso. Por outro lado, a água de coco é o líquido transparente que é mantido dentro dos cocos naturalmente, que sairia se você abrisse o coco.

Ambos os tipos de Kefirs de coco são livres de laticínios e geralmente são considerados a base perfeita para a criação de Kefir fermentado porque naturalmente possuem carboidratos presentes, incluindo açúcares, que precisam ser consumidos pela levedura durante o processo de fermentação para criar bactérias saudáveis.

O Kefir de coco é feito da mesma maneira que o Kefir de leite. Contém leveduras vivas e bactérias ativas que se combinam para formar uma cultura tradicional de iniciação. Torna-se mais ácido e também carbonatado depois de fermentado, e tende a ser mais doce e com menos sabor do que o Kefir de leite.

Ambos os tipos de Kefir de coco ainda têm gosto de coco natural e também mantêm todos os benefícios nutricionais do leite e água de coco simples não fermentados, incluindo potássio e eletrólitos.

Kefir de Água

O Kefir de água tende a ter um sabor mais sutil e uma textura mais leve que o Kefir de leite, e normalmente é feito com água com açúcar ou suco de frutas.

O Kefir de água é feito de maneira semelhante aos Kefirs de leite e coco. Assim como o kefir de leite, o Kefir de água pura pode ser aromatizado em casa usando suas próprias adições saudáveis.

Você deseja usar o Kefir de água de maneira diferente do Kefir de leite. Tente adicionar Kefir de água a smoothies, sobremesas saudáveis, aveia, molho para salada ou apenas beba-o sem problemas. Como possui uma textura menos cremosa e menos azeda, não é o melhor substituto para produtos lácteos nas receitas.

Se você quiser tomar Kefir de água por conta própria, compre um tipo com pouco açúcar e considere adicionar suas próprias frutas ou ervas para aumentar o sabor. Tente tomar Kefir de água com suco de limão e limão espremido na hora, hortelã ou pepino para dar sabor natural ou faça uma alternativa saudável ao combinar Kefir de água com outras bebidas.

Independentemente do tipo que você escolher, procure uma marca de alta qualidade, de preferência orgânica. Escolha Kefirs com pouco açúcar e sabores adicionados e tente aromatizá-lo em casa, onde você tem controle sobre a quantidade de açúcar usada. Todos os tipos devem ser refrigerados, e é melhor mantê-los em garrafas de vidro, para que o plástico possa estar presente não possa penetrar no Kefir e compensar os possíveis benefícios com toxinas prejudiciais.

Seu Kefir não Cresce ou Está Azedo?

Kefir x Iogurte

Como o Kefir se compara ao iogurte?

Vamos dar uma olhada nas principais diferenças e semelhanças entre Kefir e iogurte:

Iniciantes na Cultura:

As culturas de iogurte provêm de cepas termofílicas e precisam ser aquecidas para serem ativadas em um fabricante de iogurte. Também existem cepas mesofílicas.

O Kefir vem apenas de cepas mesofílicas, que cultivam em temperatura ambiente e não requerem aquecimento.

Probióticos

O iogurte contém dois a sete tipos de probióticos, boas cepas de bactérias.
O Kefir contém 10 a 34 cepas de probióticos, bem como numerosas cepas de leveduras benéficas.

Atividade

O iogurte contém bactérias transitórias para ajudar a limpar e alinhar o intestino, dando alimento às bactérias benéficas. Eles entram e não ficam.

As bactérias podem realmente se fixar nas paredes e colonizar para permanecer e regular. Eles também são agressivos por natureza e podem realmente atacar patógenos e bactérias ruins em seu intestino.

Produção e Sabor:

O iogurte geralmente é produzido aquecendo o leite e adicionando um iniciador de bactérias em forma de pó. Você pode extrair uma cepa mãe e usá-la para fazer mais lotes de iogurte.

O Kefir é feito a partir de grãos de Kefir, que na verdade são aglomerados de bactérias e leveduras que são adicionados ao leite em temperatura ambiente, depois são coados e usados ​​para outro lote dentro de 24 horas.
O iogurte é mais espesso e suave e depende do iniciador usado para fazer o iogurte. Você pode torná-lo mais espesso, como o iogurte grego. O Kefir é geralmente mais fino e vendido como bebida. O Kefir tende a ser mais azedo que o iogurte e tem um leve sabor de soro de leite com uma pitada de fermento.

Riscos e efeitos colaterais

Quando consumido com moderação o Kefir pode ser uma adição segura e saudável à dieta. Os perigos potenciais são mínimos.

Pode haver certos efeitos colaterais incluindo gases, inchaço, náusea, diarréia ou dor de estômago. Esses sintomas são mais comuns na primeira tentativa de consumir o Kefir e geralmente desaparecem com o tempo com o uso continuado.

Muitas pessoas se perguntam: Quanto Kefir devo beber? A maioria das fontes recomenda apontar para uma xícara por dia para maximizar os benefícios de saúde desta bebida embalada com energia. Idealmente, comece com uma dosagem mais baixa e vá lentamente até a quantidade desejada para avaliar sua tolerância e diminuir os efeitos colaterais negativos.

Lembre-se de que o Kefir de leite é feito de laticínios e não é adequado para pessoas com alergia ao leite ou sensibilidade a laticínios. Enquanto a maioria com intolerância à lactose pode tolerar o Kefir sem problemas, pode causar efeitos colaterais adversos em outros. Se você tiver sintomas negativos depois de consumir leite com Kefir, tente trocá-lo por coco ou Kefir de água.

Considerações Finais

Mais e mais pessoas estão aprendendo e amando as incríveis qualidades dos benefícios do Kefir, uma verdadeira potência probiótica. O Kefir é mais potente que o iogurte e tem a capacidade de permanecer no seu intestino para curar e atacar patógenos.

O Kefir é bom para você? Além de conter uma quantidade concentrada de vários nutrientes essenciais, o Kefir também demonstrou aumentar a imunidade, aumentar a força dos ossos, promover a saúde digestiva, reduzir alergias, curar a pele e muito mais.

O efeito integrador do Kefir nas bactérias e na flora intestinal tem um impacto sistêmico e pode melhorar muito seus problemas digestivos, alergias e combater agentes cancerígenos e patógenos, o que explica por que existem tantos benefícios do Kefir.

O Kefir é extremamente fácil de fazer em sua própria casa para uso em receitas de smoothie de Kefir. O sucesso e o poder do seu Kefir dependem da qualidade dos grãos, por isso é fundamental encontrar varejistas respeitáveis ​​que vendam grãos frescos e de primeira qualidade.

Quais são os benefícios do Kefir ?

1.Diminuir a prisão de ventre, pois as bactérias boas melhoram a digestão e aceram o trânsito intestinal;
2. Combate inflamações de intestino
3. Emagrecimento devido as proteínas e baixa caloria
4. Combate a Gastrite
5. Ajuda na Digestão
6. Ótimo para imunidade

Como é feito o Kefir ?

Existem várias formas de fazer, as mais comuns são leite e água. O sabor e o aroma do Kefir variam de acordo com a ação metabólica das bactérias e leveduras presentes nos grãos. O mais usado é o Kefir de Leite de Vaca. O Kefir de água pode ser produzido com suco ou até mesmo açúcar mascavo.

Como produzir os primeiros grãos de Kefir?

Insira os grãos (pode ser de 3 a 4 colheres) num vidro (como um pote de conserva mesmo) com 200 ml de água mineral temperatura ambiente. Você adiciona uma colher de sopa rasa de açúcar mascavo ou melado pois isso vai servir de alimento pra as leveduras e bactérias.

Como produzir o Kefir em casa?

Para o Kefir de Leite misture em um pote de vidro 1 colher de sopa de grãos Kefir com 2 xícaras de leite. Tampe com algo (qualquer pano bem vedado) e leve até a geladeira em boa temperatura. Você deve esperar aproximadamente 2 dias para que o seu Kefir fermente. Na sequencia você deve coar tudo e ficará como um iogurte. .

Conheça a Dieta Mediterranea

O post Kefir – 7 benefícios para imunidade e curar o intestino apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/7-beneficios-do-kefir/feed/ 0
Um plano diário para Dieta Dash http://docedieta.com.br/dieta-dash-2/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=dieta-dash-2 http://docedieta.com.br/dieta-dash-2/#respond Fri, 19 Jun 2020 04:29:30 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1388 Um plano diário para Dieta Dash

O post Um plano diário para Dieta Dash apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Café da Manhã

  • 1/2 xícara de aveia instantânea
  • 1 mini bagel de trigo integral:
    • 1 Colher de sopa de manteiga de amendoim
  • 1 banana média
  • 1 xícara de leite com baixo teor de gordura

Almoço

  • Sanduíche de peito de frango:
    • 2 fatias peito de frango, sem pele
    • 2 fatias de pão de trigo integral
    • 1 fatia queijo cheddar natural, gordura reduzida
    • 1 fatia (3/4 oz) queijo suíço natural, baixo sódio
    • 1 folha de alface
    • 2 fatias de tomate
    • 1 Colher de sopa de maionese de baixa gordura
  • 1 xícara de pedaços de melão
  • 1 xícara de suco de maçã

Jantar

  • 1 xícara de espaguete cozido:
  • 3/4 xícara de molho de espaguete vegetariano de baixo sal
  • 3 Colheres de sopa de queijo parmesão
  • Salada de espinafre:
    • 1 xícara de folhas de espinafre frescas
    • 1/4 xícara de cenoura fresca, ralado
    • 1/4 xícara de cogumelos frescos, fatiados
    • 1 Colher de sopa de vinagre e molho de óleo
    • 1/2 xícara de milho, cozido de congelado
    • 1/2 xícara de peras enlatadas, pacote de suco

Lanches

  • 1/3 xícara de amêndoas, sem sal
  • 1/4 xícara de damascos secos
  • 1 xícara de iogurte de frutas, sem gordura, sem açúcar adicionado

Leia mais

O post Um plano diário para Dieta Dash apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/dieta-dash-2/feed/ 0
Dieta Dash http://docedieta.com.br/dieta-dash/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=dieta-dash http://docedieta.com.br/dieta-dash/#respond Fri, 19 Jun 2020 02:54:12 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1375 Conheça a dieta DASH, promovida pelas sociedades de cardiologia como auxiliadora do controle da hipertensão e também da pera de peso.

O post Dieta Dash apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Conheça a dieta Dash. A dieta que protege o coração e diminui a hipertensão.

Dash combate a pressão alta e recebe elogios por sua completude nutricional, segurança, capacidade de prevenir ou controlar o diabetes e seu papel no apoio à saúde do coração. Além de emagrecer.

A dieta Dash prioriza os alimentos que geralmente são dados como saudáveis (frutas, vegetais, grãos integrais, proteína magra e laticínios com baixo teor de gordura), e que são ricos em nutrientes que promovem a queda de pressão arterial como potássio, cálcio, proteína e fibras. Também desencoraja alimentos ricos em gordura saturada, como carnes gordurosas, alimentos lácteos e óleos tropicais, além de bebidas adoçadas com açúcar e doces.

É equilibrada e pode ser seguida a longo prazo, o que é uma das principais razões pelas quais especialistas em nutrição a classificam como a melhor dieta, empatando com a Dieta Mediterrânea.

Esta dieta se enquadra na categoria DIETA EQUILIBRADA pela quantidade de proteínas, carboidratos, gordura e outros nutrientes que fornece.

Como funciona?

Iniciar esta dieta não significa fazer mudanças drásticas da noite para o dia. Em vez disso, comece fazendo com que as pequenas mudanças pareçam mais gerenciáveis para você.

  1. Comece adicionando um vegetal ou fruta servindo a cada refeição.
  2. Introduza duas ou mais refeições sem carne por semana.
  3. Use ervas e especiarias para deixar a comida mais saborosa sem o sal.
  4. Lanche amêndoas ou nozes em vez de um saco de batatas fritas.
  5. Troque a farinha branca para a farinha de trigo integral quando possível.
  6. Faça uma caminhada de 15 minutos após o almoço ou jantar (ou ambos).

É fácil seguir a dieta Dash?

Embora possa ser difícil deixar de lado alimentos cheios de açúcar, gordura e sal, a dieta da hipertensão não restringe grupos alimentares inteiros, aumentando suas chances de segui-la a longo prazo.

Você não tem que se preocupar muito em passar fome. Especialistas em nutrição ressaltam a importância da saciedade, a sensação de satisfação de que você já comeu o suficiente. DASH prioriza proteínas magras e frutas e vegetais cheios de fibras, o que deve mantê-lo saciado, mesmo que você tenha reduzido seu nível calórico para beneficiar a perda de peso.

Se você ama alimentos mais salgados, provavelmente terá mais dificuldade no começo. Mas seu paladar irá se adaptar a uma dieta com pouco sal. Capriche nas ervas e temperos.

O que comer?

O plano alimentar nesta dieta é rico em frutas, legumes, leite sem gordura ou produtos lácteos, grãos integrais, peixes, aves, feijão, sementes e nozes. Contém menos sódio; doces, açúcares adicionados, e bebidas contendo açúcar; gorduras; e carnes vermelhas. Esta dieta amiga do coração também é menor em gordura saturada, gordura trans, e colesterol. E rica em nutrientes que são associados à redução da pressão arterial — principalmente potássio, magnésio, cálcio, proteína e fibras.

O post Dieta Dash apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/dieta-dash/feed/ 0
Os 5 problemas que podem impedir você de emagrecer http://docedieta.com.br/os-5-problemas-que-podem-impedir-voce-de-emagrecer/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=os-5-problemas-que-podem-impedir-voce-de-emagrecer http://docedieta.com.br/os-5-problemas-que-podem-impedir-voce-de-emagrecer/#respond Tue, 16 Jun 2020 23:11:45 +0000 http://docedieta.com.br/?p=1362 Conheça sobre esses 5 problemas que podem IMPEDIR VOCÊ DE EMAGRECER e que são a resposta de quem se pergunta: Por que não consigo emagrecer e por que não consigo permanecer magro(a).

O post Os 5 problemas que podem impedir você de emagrecer apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
Hoje eu quero te falar um pouco sobre esses 5 problemas que podem IMPEDIR VOCÊ DE EMAGRECER e ser a resposta de quem se pergunta: Por que não consigo emagrecer e por que não consigo permanecer magra.

Problema 1

Você pode estar buscando informações no lugar errado.

Quando se fala em emagrecer e buscar informações sobre emagrecimento muitas pessoas buscam informações sobre perda de peso na mídia. Redes sociais e revistas que falam sobre a dieta da moda das famosas são as mais acessadas.

E isso é muito ruim por que as famosas podem apresentar algum tipo de dieta da moda para ganhar ibope, como se fosse verdade. E que resolvesse todos os problemas. Mas pode ter muita coisa por trás disso. Contratos com empresas por exemplo que estão lançando algum tipo de produto para emagrecer o que não é novidade para ninguém.

Outra fonte de informações duvidosas são alguns programas de televisão que usam o rótulo de saudável. Que passam informações equivocadas sobre alimentos que não tem nenhum efeito real sobre o processo de emagrecimento.

Essas reportagens viralizam na internet e desmascaram programas tendenciosos que visam principalmente atender a grandes indústrias do que realmente a população.

O fato é que a indústria é um dos grandes patrocinadores da televisão. Eles precisam vender seus produtos.

E as indústrias farmacêuticas que vivem de problemas de saúde como diabetes, hipertensão e obesidade entre outros. Que rendem rios de dinheiro para indústrias e para o governo em impostos.

Então quando buscar informações sobre emagrecimento e perda de peso esqueça programas de televisão pelo menos esses nitidamente tendenciosos.

Problema 2

Seu organismo pode estar inflamado e você não emagrece.

Esse sem dúvida é o problema mais comum. Muitas pessoas começam a fazer dieta, achando que é só cortar certos alimentos como gordura, açúcar e carboidratos. E começam a fazer uma atividade física, achando que isso é tudo que necessita fazer.

Isso pode dar resultados para algumas pessoas, mas provavelmente não serão resultados duradouros. E com certeza vai desanimar e quando isso acontecer você vai engordar novamente o conhecido efeito sanfona.

E isso acontece porque seu organismo está inflamado passando por um processo de inflamação celular que no caso da dieta detox de 21 dias do Dr. Rodolfo é tratada com uma desintoxicação. Essa é a primeira parte do programa de emagrecimento.

A dieta detox serve para fazer uma limpeza em seu organismo. E com isso seus órgão passam a trabalhar melhor, na verdade eles passam a trabalhar da forma certa, melhorando assim seu metabolismo.

Saiba que a maioria das dieta ignoram essa etapa tão importante, mas é fato que quando nós controlamos essa inflamação celular, isso aumenta as habilidades do nosso organismo para:

  • Perder gordura corporal;
  • Acelerar o metabolismo;
  • Emagrecer e perder peso naturalmente;
  • E também impede que volte acumular gordura corporal;

E engordar é só um dos problemas que a inflamação celular pode causar mas ele está ligado ao surgimento de diversas doenças além da obesidade, como a diabetes e a hipertensão.

*Você está lendo sobre OS 5 PROBLEMAS QUE PODEM IMPEDIR VOCÊ DE EMAGRECER. Para descobrir mais acesse.

Problema 3

Você está contando calorias e comendo de 3 em 3 horas.

Um dos maiores mitos do emagrecimento e que infelizmente ainda é levado em consideração pela classe médica, principalmente os nutricionistas.

É o comer de 3 em 3 horas isso já caiu por terra. A ciência já provou que isso não faz o menor sentido mas ainda é receitado a muitas pessoas que querem perder peso. Focar contando calorias também não é muito eficaz no processo de emagrecimento.

Quando você come de três em três horas seu organismo passa a produzir mais insulina e esse é o hormônio que está ligado a obesidade e a doenças crônicas como o diabetes.

A insulina é o hormônio responsável por transportar a glicose do sangue para as células criando assim células de gordura que se não forem gastas serão acumuladas no seu organismo criando a gordura corporal e o excesso de peso.

Problema 4

Desanimou por não ver resultados no emagrecimento.

Esse é um problema muito comum a todos que fazem dieta e não tem resultados, mas o principal motivo disso que buscar informações no lugar errado e a mídia atrapalha muito nesse sentido.

Qualquer propagando que você ver na televisão, internet, revistas e qualquer mídia que chegar até você sempre existe uma promessa de muito rápido, mas por que isso existe? Por que as pessoas querem emagrecer rápido.

Ninguém quer ouvir falar que não vai ser fácil, que vai passar por restrições precisará ter força de vontade e não desistir de emagrecer e perder peso.

É por isso que a indústria do emagrecimento explora esse desejo das pessoas que na verdade distorce a realidade por que ninguém vai tomar uma pílula, um remédio para perder peso e emagrecer da noite para o dia.

E o que acontece com isso frustração, a pessoas fica frustrada por não conseguir emagrecer rápido e acaba desistindo por não ver resultados da perda de peso rápido.

No programa dieta de 21 dias do Dr. Rodolfo Aurélio ele deixa bem claro que a fase dos 21 dias não é para emagrecer e sim desinflamar o organismo, onde você vai perder de 5 a 10 kilos de peso.

Mas já o processo de emagrecer vai levar mais tempo pois depende de muitos fatores como reeducação alimentar e uma vida menos sedentária.

Problema 5

Não segue um programa de emagrecimento passo a passo e orientado.

Seguir um plano orientado é muito importante, um dos motivos mais comuns para uma pessoa fracassar na perda da peso é falta de orientação. A mídia em geral atrapalha um pouco nesse sentido pois muito do que se vê na televisão tem influência da grande indústria do emagrecimento.

A mesma indústria que te envenena durante a vida toda depois que te vender produtos com o rótulo de saudável, integral, light, diet e vários outros que elas vão criando.

Um outro mito muito famoso e difundido na internet e na televisão é comer menos e se exercitar mais, isso não é verdade o certo seria comer direito e se exercitar direito.

Um bom programa de emagrecimento sustentável como o dieta de 21 dias tem que seguir três pilares.

  • Desintoxicação através de uma dieta detox eficaz, através dessa dieta seu corpo será preparado para fazer uma coisa que ele faz naturalmente queimar gordura.
  • Fazer uma dieta restritiva cortando tudo que não beneficia seu organismo de forma nenhuma pelo contrário só traz malefícios, nessa etapa você vai emagrecer rápido.
  • Reeducação alimentar, nessa etapa você aprender sobre o que você come e por que come essa etapa é importante para você não voltar a engordar novamente.

Você acabou de ler sobre OS 5 PROBLEMAS QUE PODEM IMPEDIR VOCÊ DE EMAGRECER.

Se quiser saber mais acesse aqui: Programa dieta de 21 dias do Dr. Rodolfo Aurélio. (Naturopata com Formação Internacional)

O post Os 5 problemas que podem impedir você de emagrecer apareceu primeiro em Doce Dieta.

]]>
http://docedieta.com.br/os-5-problemas-que-podem-impedir-voce-de-emagrecer/feed/ 0